Aprenda a Fazer Vasos de Cimento - Parte 2



Montagem dos Moldes ou Formas e Aplicação do Desmoldante

A montagem dos moldes são simples e qualquer leigo pode fazer, alguns moldes (formas) possuem várias partes que tendem querer confundir na hora da montagem, porém, cada parte da forma (molde) só se encaixa em outra, facilitando esta etapa. O segredo no momento da montagem do molde (forma) é olhar sempre pelo lado de dentro do molde (forma) e verificar se o mesmo esta formando o desenho correto do vaso.
Algumas formas (moldes) possuem tutores que facilitam esta tarefa e impedem terminantemente que a forma (molde) seja montada erroneamente.
Após montada a forma (molde) é necessário a aplicação do desmoldante antes de iniciar a construção do seu vaso. São vários tipos de desmoldantes que podes ser utilizados nas formas (moldes) que são ao mesmo eficazes e não comprometem a forma (molde), ou seja não irão deteriorar ou estragar sua forma (molde).
Algumas fábricas utilizam a cera de carnaúba ou o óleo diesel, com a mesma eficácia, porém, o desmoldante mais utilizado na fabricação de vasos e acessório de jardim é uma mistura de óleo de motor usado (óleo queimado) com óleo diesel, a proporção varia de 3 partes de óleo queimado e 1 parte de óleo diesel, dependendo da preferência do fabricante do vaso, pode se utilizar 2 partes de óleo queimado para cada parte de óleo diesel, quanto mais óleo diesel aplicado na mistura mais fino ficará seu desmoldante.
Formas (moldes) bem lubrificadas com desmoldante oferecem mais facilidade no desenforme da peça depois de pronta.
O óleo queimado pode ser adquirido em locais de troca de óleo de motores ou em postos de gasolina, como você utilizará pouca quantidade na maioria das vezes este produto tem custo zero, a maioria destes lugares não cobram nada por 5 ou 10 litros deste material, já o óleo diesel pode ser adquirido em postos de combustível.
Para aplicar o desmoldante pode se usar um vidrinho de spray (aqueles de perfume) aplicando sempre de cima para baixo em pouca quantidade, você notará que a gravidade vai fazer com que o desmoldante escorra lubrificando toda a forma (molde).
A maneira mais utilizada de lubrificar a forma (molde) é utilizando a mistura do desmoldante ou cera num determinado recipiente de boca larga e aplicando o produto com a ajuda de um pincel, desta forma a lubrificação da forma (molde) ficará mais uniforme e apresentará mais economia do desmoldante. 
Em muitos casos dependendo do tipo e tamanho do molde (forma) pode ser aplicado o desmoldante de forma mais fácil quando a forma (molde) está desmontado.
É comum que algumas peças tendem a ficar com aspecto de cor cimento escurecido ao serem desenformadas, isso ocorre por causa da adição do óleo queimado em muita quantidade, basta aumentar a quantidade de óleo diesel na mistura do desmoldante que esse aspecto de cimento "preto" na peça pronta vai desaparecer.
Quando se utiliza a cera de carnaúba como desmoldante é comum a peça depois de desenformada repelir água com facilidade, para evitar este problema diminua a quantidade de cera na forma (molde), geralmente é preciso um camada bem fina deste produto. A cera de carnaúba é reconhecido mundialmente como excelente desmoldante natural, já que é extraída da árvore da carnaúba.
Pode acontecer da peça quebrar ao ser desenformada mas dificilmente será problema com o desmoldante, continue lendo as demais dicas que facilmente você aprenderá a identificar problemas e como resolvê-los.



Questões que influenciam na produção de vasos de forma artesanal e ou em larga escala.

1º   Escolha do tipo ou modelo de vaso a ser produzido
2ª   Montagem dos moldes ou formas e aplicação do desmoldante
3º   Local mais adequado para iniciar o trabalho
4º   Traço de Massa e equipamentos necessários
5º   Quantidade de água no traço da massa para cada tipo de vaso
6º   Fazendo o vaso
7º   Tempo para manuseio e secagem completa
8º   Acabamento final do vaso e seus segredos
9º   Como pintar um vaso ornamental de cimento (concreto, Gesso, Cerâmica, Madeira)
10º Como e onde vender sua produção de vasos ornamentais
11º Cuidados no transporte e na entrega do produto
12º Como reparar vasos com pequenos trincos ou quebrados
13º Pequenas dicas para produzir um vaso de qualidade
14º Reaproveitando moldes para fazer dois tipos de vasos diferentes com a mesma forma
15° Por que vasos redondos oferecem mais qualidade de vida para planta
16º Identificando tendência de cores e modelos de vasos
17º Agregando mais valor comercial ao vaso
18º Acessórios para vasos
19º Diferenças entre vasos, taças, arandelas e floreiras
20º Como identificar um bom funcionário para fabricar vasos

1 comentários:

Postar um comentário

 

Multiflora Fernandopolis

Comércio de Vasos ornamentais e acessórios para jardim, decoração de ambientes, estátuas, colunas, plantas e flores. Fabricação, reforma, pintura e restauração de vasos ornamentais em cimento. Grande variedade de produtos e serviços, atendimento familiar, várias opções de pagamento. Atendemos Fernandópolis e cidades próximas.

Multi Vasos Fernandópolis

Indústria e Comércio de Vasos ornamentais em concreto, estátuas, pisadeiras, colunas, fontes, jardineiras, chafarizes, plaquinhas decorativas para parede, floreiras, vasos de parede, bancos, mesas e acessórios para jardim como sapos, cogumelos, onças, bois, jacarés, garças, etc 15 anos de experiência na fabricação de artefatos em cimento e moldes e formas em fibra de vidro - fiberglass.

FibraTech - Fernandópolis SP

Produzimos excelentes moldes e formas em fibra de vidro ou silicone, com qualidade, durabilidade, encaixes perfeitos, melhor preço, melhor custo benefício. Produção totalmente artesanal, rapidez, experiência e qualidade. De Fernandópolis - SP, despachamos para todo o Brasil, via CORREIOS, orçamento personalizado.